Soluções para melhorar a gestão da sua escola, clique e conheça.

Gestão EscolarInovação

Inteligência Artificial Generativa na Gestão Escolar

Inteligência Artificial Generativa na Gestão Escolar. Nos últimos anos estamos vivenciando uma verdadeira revolução digital com o advento de tecnologias emergentes como Big Data, Machine Learning, Inteligência Artificial (IA), entre outras. São inovações que estão transformando significativamente o modo de produção e impactando todos os setores da economia mundial.

E toda essa movimentação foi ainda mais acelerada com a chegada da Inteligência Artificial Generativa, primeiramente pelo ChatGPT e agora tão difundida entre as plataformas de tecnologia.

De fato, todas as nossas rotinas produtivas podem ser (e certamente serão) impactadas por esta tecnologia. Mas como aproveitar o máximo possível da IA generativa na gestão escolar?  Acompanhe o texto e veja as vantagens e desvantagens que a adoção desta tecnologia pode trazer.

O que é a IA Generativa?

Em linhas gerais, a Inteligência Artificial Generativa é um modelo de IA capaz de produzir diferentes conteúdos (textos, fotos, vídeos e sons), a partir de questões e perguntas feitas ao sistema, de modo conversacional. As respostas são geradas por meio da aplicação da aprendizagem da máquina em um amplo conjunto de dados, extraindo informações já treinadas pela ferramenta.

Devido à sua aplicação prática, com respostas rápidas e completas, esta tecnologia se difundiu rapidamente em todo o mundo e em todos os setores da sociedade.

Aplicações práticas

Como já trouxemos em outros posts aqui no blog, a IA desempenha um papel indispensável na análise de dados educacionais e na automação de processos administrativos. 

Além disso, a automação de processos administrativos, como matrículas, gestão de recursos e comunicação com os gestores, agiliza as operações escolares, liberando tempo para os educadores se concentrarem no ensino e no suporte aos estudantes e familiares.

Com isso, as instituições de ensino conseguem ter uma compreensão mais detalhada da comunidade escolar, como por exemplo acompanhar o desempenho dos alunos, os padrões de aprendizagem e as suas necessidades individuais. 

Vale lembrar que ao utilizar algoritmos avançados, a IA pode extrair informações relevantes que geram ideias valiosas a partir de grandes conjuntos de dados, identificando tendências, padrões e anomalias. Tudo isso ajuda o gestor a prever os resultados e orientam a tomada de decisão, tanto no administrativo quanto no pedagógico.

Uso consciente e de acordo com padrões éticos

Desde que a IA Generativa conquistou novos mercados no início de 2023, uma das principais preocupações da sociedade global tem sido sobre os limites parao uso racional e ético da nova tecnologia.

E é claro que este debate também permeia o setor da gestão educacional. Tanto que no início de 2024, o Bett Show UK, o mais influente evento de educação e tecnologia do mundo, mobilizou, em Londres, milhares de discussões sobre o uso da Inteligência Artificial (IA) na gestão escolar. Representantes de mais de 600 empresas de tecnologia global, de marcas educativas e de startups especialistas em fornecer soluções para todos os cenários pararam para avaliar as oportunidades, mas também os desafios éticos que o setor deve enfrentar com o uso cada vez mais intenso da IA.

É urgente que este tema esteja presente nos debates das instituições escolares e em todas as instâncias da gestão escolar. Professores, funcionários, alunos e familiares devem deliberar sobre os limites do uso da IA dentro e fora da sala de aula, a partir de regulamentos e políticas internas, a fim de preparar as futuras gerações para o uso consciente e ético das ferramentas tecnológicas.

E o envolvimento de professores e colaboradores é fundamental para que este processo seja eficaz. Só dessa maneira será possível exigir que os profissionais consigam refletir sobre os benefícios e os riscos do uso da IA na gestão escolar e avaliar seus próprios desafios éticos. 

Vantagens e desvantagens

Como citamos anteriormente, a Inteligência Artificial Generativa já faz parte da rotina produtiva de empresas de diferentes setores econômicos, mas na educação, por se tratar de um ambiente de formação cidadã, ela assume um viés que requer uma profunda reflexão dos agentes envolvidos. Por isso, elencamos os benefícios e os riscos que a IA Generativa pode trazer:


Benefícios:

  • Melhoria na eficiência administrativa, como automação de tarefas repetitivas;
  • Análise preditiva para identificar problemas precocemente e implementar intervenções;
  • Aprimoramento da tomada de decisões baseada em dados precisos e análises detalhadas;
  • Facilitação da comunicação entre escola, alunos e pais, por meio de chatbots e sistemas automatizados. 

Riscos:

  • Possibilidade de viés algorítmico, resultando em discriminação ou desigualdade; 
  • Dependência excessiva de tecnologia, diminuindo a autonomia e o julgamento humano;
  • Questões de privacidade e segurança dos dados dos alunos, especialmente em relação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD);
  • Falta de transparência nos algoritmos utilizados, dificultando a compreensão e confiança no sistema. 

Inteligência Artificial Generativa na Gestão Escolar – Por Assessoria de imprensa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram