Soluções para melhorar a gestão da sua escola, clique e conheça.

InovaçãoProdutividadeTecnologia

EaD ou presencial? Saiba qual modalidade escolher

O advento das novas tecnologias está revolucionando todos os setores da sociedade e a educação, é claro, não passa imune a esta transformação. A popularização das plataformas digitais de ensino, impulsionada principalmente pela pandemia de Covid-19, trouxe uma nova realidade aos estudantes: a possibilidade de estudar em qualquer horário e de qualquer lugar do mundo.

É bem verdade que a modalidade de Educação a Distância (EaD) já vinha ganhando mercado no Brasil nos últimos anos, sobretudo no Ensino Superior, na oferta de cursos de Graduação e Pós-Graduação. 

Mas foi na pandemia que as instituições de ensino conheceram o potencial desta modalidade e os estudantes as vantagens do ensino remoto. Segundo o Censo do Ensino Superior de 2021, entre 2011 e 2021, houve um aumento de 474% no número de estudantes matriculados em cursos de graduação na modalidade de EaD.

Com isso, o que antes era uma opção para democratizar o acesso ao ensino superior, com polos de ensino em cidades e comunidades distantes dos centros urbanos, agora se tornou uma opção de mercado e cabe ao aluno escolher qual a modalidade que mais atende aos seus interesses: o ensino presencial ou o remoto.

Se você tem dúvidas em relação à modalidade mais adequada, acompanhe este post até o final.

O que diz a lei?

Antes de falarmos sobre os diferenciais entre as duas modalidades e as vantagens e desvantagens de cada uma, é importante esclarecermos o que diz a legislação brasileira em relação à Educação a Distância (EaD).

Segundo o artigo 32 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), “o ensino fundamental será presencial, sendo o ensino a distância utilizado como complementação da aprendizagem ou em situações emergenciais”. Ou seja, para os alunos do 1º ao 9º ano não há a possibilidade da modalidade de ensino remota, a não ser em casos emergenciais como o que ocorreu na pandemia de Covid-19 em 2020 e 2021. Já no Ensino Médio, há a possibilidade de que 20% da carga horária seja ou não ministrada remotamente.

Portanto, a maior parte do público EaD está atualmente no Ensino Superior ou em cursos de capacitação profissional, preparação para concursos ou escolas de idiomas – os chamados cursos livres. 

Vantagens e desvantagens

Em linhas gerais, parece óbvio que o ensino presencial vai trazer uma análise mais aprofundada dos conteúdos e esta é, sem dúvidas, a principal vantagem da modalidade. Poder trocar ideias com colegas e professores e tirar as dúvidas necessárias durante as aulas é um diferencial na formação de todos os profissionais.

Por outro lado, as aulas presenciais costumam ser em horários e dias fixos, o que exige disponibilidade de tempo do aluno. Além disso, o custo com o transporte e alimentação e o tempo em que se perde no deslocamento – principalmente nas grandes cidades – são fatores que jogam contra o ensino presencial.

Já os cursos ofertados na modalidade EaD permitem uma flexibilidade maior de horário, possibilitando que o aluno acesse as aulas no dia e horário que melhor se encaixar em sua rotina. Os custos com transporte e alimentação também não existem, já que o aluno pode acessar a plataforma de ensino de qualquer lugar e a qualquer momento. Outro ponto positivo é que o ensino remoto amplia o acesso à educação, chegando a lugares distantes dos grandes centros, possibilitando a formação continuada para todos os cidadãos.

No entanto, o ensino remoto exige muito mais dedicação e preparação prévia dos alunos para as aulas.  Como não há interação síncrona com o professor durante a aula, cabe ao estudante buscar informações complementares para aproveitar o máximo possível do conteúdo disponibilizado pela instituição de ensino. 

Com aulas gravadas e sem interação em tempo real com os colegas e professores, fica mais difícil tirar dúvidas e, muitas vezes, este papel acaba sendo ocupado por familiares e amigos, que nem sempre estão preparados adequadamente.

Vale lembrar que na maioria dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) existe um espaço dedicado ao fórum, para que os estudantes possam conversar sobre o conteúdo. Porém, as respostas podem levar horas ou dias para serem postadas. Outra opção oferecida pelas instituições de ensino é o tutor online, que faz a mediação entre o aluno e o professor e auxilia na resolução de eventuais dúvidas. Porém, assim como ocorre nos fóruns, essa interação não é feita de forma imediata.

Ou seja, se por um lado você tem a liberdade de escolher o melhor momento para os estudos dentro da sua rotina, por outro o EAD se apresenta como uma jornada mais solitária. 

E você, sabe qual a modalidade que melhor se adapta ao seu perfil? Seja qual for a sua escolha o mais importante é nunca deixar de se aperfeiçoar e buscar novas oportunidades no mercado de trabalho.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram